O Seu Centro Médico em Lisboa


A cirurgia plástica tem por objectivo a reconstituição de uma parte do corpo humano por razões médicas ou estéticas. Muita gente recorre às cirurgias plásticas por necessidade, para corrigir más formações genéticas, ou reconstruir partes danificadas por doença ou acidente.

Este tipo de procedimento pode proporcionar acima de tudo melhoras funcionais, auto-estima e, principalmente, o aspecto psicológico do paciente que se submeteu a este procedimento. É considerada tão necessária quanto qualquer outra intervenção cirúrgica.

A cirurgia plástica desenvolve- se sob duas facetas: a cirurgia plástica reparadora e a cirurgia plástica estética.


Estética – A Cirurgia Plástica Estética é realizada com o objectivo de melhorar a aparência de alguma região do corpo. A motivação vem muitas vezes do próprio paciente, que pode estar insatisfeito com a feição de alguma região do seu corpo, ou que quer apenas corrigir uma deformidade que adquiriu ao nascimento.


Reparadora – A Cirurgia Plástica Reparadora tem como objectivo corrigir os mais variados tipos de lesões causadas por tumores ou cancro de pele, como por exemplo a reconstrução mamária após a cirurgia de cancro de mama; a reparação de defeitos congénitos ou adquiridos, como sequelas causadas por acidentes; fractura de ossos da face e até mesmo a correcção de malformações da face.


Médicos

Dr. Maria de Lurdes Ruela


Cirurgias

- Mamoplastia redutora

- Mamoplastia de aumento

- Abdominoplastia

- Lipoaspiração

- Braquioplastia (lifting de braços)

- Lifiting de coxas

- Rinoplastia (cirurgia ao nariz)

- Ritidoplatia (cirurgia das rugas faciais)

- Otoplastia (cirurgia estéticas ás orelhas)






Mamoplastia redutora:

cirurgia reduz o tamanho excessivo da mama, retira o excesso de pele e eleva a aréola para local visualmente mais adequado.
Esta cirurgia, consiste em não reduzir a mama além do necessário, cumprindo o ideal do equilíbrio entre o volume da nova mama e o tamanho do tórax, combinando o máximo da estética e harmonia.


Mamoplastia de aumento:

Cirurgia que aumenta o tamanho da mama,  consiste na implantação de uma prótese, através de incisões na aréola, axila e parte de baixo da mama promovendo o aumento destes.  Também é recomendada nos casos de assimetrias mamárias congénitas, em que uma das mamas é muito pequena.


Abdominoplastia:

cirurgia que remove a gordura localizada no abdómen, reduz a flacidez da pele da região umbilical e, das estrias situadas entre o umbigo e os pêlos públicos


Lipoaspiração:

cirurgia que remove os depósitos de gordura localizada em determinadas regiões do nosso organismo, abdómen, cintura, coxas, nádegas, pernas, joelhos, tornozelos, braços, costas, face e pescoço


Braquioplastia (lifting dos braços):

 Cirurgia que  retira o excesso de pele,  gordura e flacidez da região abaixo dos braços até o cotovelo e, em alguns casos, até o nível do antebraço


Lifting de coxas:

 cirurgia que trata a flacidez da pele pendente e excesso de gordura localizada tratando a parte estética e funcional dessa região


Rinoplastia (cirurgia ao nariz):

a Rinoplastia ou cirurgia plástica nasal é o procedimento cirúrgico para reformular o formato do nariz, ela pode diminuir ou aumentar o tamanho do nariz, estreitar as narinas ou alterar o ângulo entre o nariz e o lábio superior. O principal objectivo é conseguir um efeito mais harmonioso, não só no nariz como da estrutura separada, mas também em relação ao resto da fisionomia facial. Na realidade, procura-se que o nariz corresponda aos traços do paciente e tenha um aspecto natural.


Ritidoplastia ( cirurgia das rugas faciais):

É uma cirurgia plástica para dar um aspecto mais jovem na cara do paciente. Isto é feito através da remoção do excesso de gordura, apertando a pele descaída na cara e no pescoço, devolvendo assim, o tónus cutâneo, muscular e, consequentemente o contorno triangular e o arco mandibular do paciente.


Otoplastia:

A otoplastia é ma cirurgia que visa corrigir imperfeições estéticas das orelhas como as chamadas orelhas em abano. É feita uma incisão atrás da orelha, por onde se retira o excesso de pele e se amolda a cartilagem a fim de corrigir eventuais contornos defeituosos. A orelha é então suturada em uma posição dentro dos padrões normais.